Web Summit: 70 mil participantes, 159 países e... 363 mil cafés

Organização da cimeira tecnológica deu conta de alguns números da edição deste ano.

LUSA
08 de novembro de 2018 às 17:13Web Summit: 70 mil participantes, 159 países e... 363 mil cafés

A terceira edição da cimeira de tecnologia e inovação Web Summit, que termina hoje em Lisboa, contou com 69 304 participantes de 159 países e que terão percorrido mais de 935 mil quilómetros, anunciou a organização.

Em comunicado, a organização precisou que os mais de 69 mil participantes terão percorrido 935,604 quilómetros durante o evento e bebido cerca de 363 846 cafés.

Nos números sobre o evento cabem ainda 1 200 oradores, que incluíram o inventor da Internet, Tim Berners Lee, o fundador do Blogger, Twitter e Medium, Ev Williams, o secretário Geral das Nações Unidas, o português António Guterres e a comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager.

Em 24 palcos foi possível realizar mais de 554 mil intervenções, garante ainda a organização, que contabilizou na sua 'app' (aplicação) o envio de 180 mil mensagens e quase 814 mil visualizações de perfis.

Os quatro pavilhões da Feira Internacional de Lisboa (FIL) e o Altice Arena foram ainda 'casa', por quatro dias, de mais de 1.800 'startups' e de mais de 1 500 investidores em tecnológicas, como Ray Dalio, Alexis Ohanian, Garry Tan, Mamoon Hamid e Trae Vassallo.

Os jornalistas também engrossam os números, com a organização a garantir que estiveram mais de 2 600 representantes de meios de comunicação de inúmeros países e de inúmeras áreas.

Estes dados juntam-se ao 10, o número conhecido desde o mês passado e que se refere aos anos que a cimeira continuará na capital portuguesa, mediante investimentos anuais de 11 milhões de euros, dos quais três milhões da Câmara Municipal de Lisboa.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Portugal e desde essa altura terá gerado um impacto económico de mais de 500 milhões euros.

Inicialmente o contrato para a Web Summit ficar em Portugal era de três anos, mais dois de opção.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top