"Michael" provocou seis vítimas mortais nos EUA

As autoridades dão conta ainda de centenas de pessoas desaparecidas, na sequência da agora tempestade tropical.

EPA/DAN ANDERSON
12 de outubro de 2018 às 07:05"Michael" provocou seis vítimas mortais nos EUA

O número de mortos provocados pela passagem do furacão Michael nos Estados Unidos da América aumentou para seis, informaram na quinta-feira as autoridades.

Há registo ainda de centenas de pessoas desaparecidas.

O Gabinete do Xerife do Condado de Gadsden, na Florida, confirmou a morte de quatro pessoas como consequência do furacão, que também provocou elevados danos materiais.

A estas quatro vítimas mortais somam-se a morte de uma criança, com 11 anos, na Geórgia, depois de uma estrutura metálica atravessar o telhado da sua habitação, e de um condutor, atingido por uma árvore numa estrada da Carolina do Sul, segundo informaram as autoridades da região.

O furacão Michael, que atingiu na quarta-feira o noroeste da Florida com a categoria 4 e com ventos de cerca de 250 quilómetros por hora, tem vindo a perder intensidade, passando já para uma tempestade tropical.

O furacão destruiu ruas inteiras de casas e estabelecimentos comerciais, derrubou árvores, arrancou estruturas e levou muitos destroços para as estradas, com a zona de México Beach a ser das mais afetadas.

Mais de 900 mil casas e empresas na Florida, Alabama, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte estão sem energia.

Na Carolina do Norte e na Virgínia, a agora tempestade tropical tem provocado inundações e o vento forte também tem causado danos, existindo ainda relatos de tornados que estão a ser investigados pelas autoridades.

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top