Mundo do fado reage à morte de Celeste Rodrigues

E não só. Madonna já manifestou o seu pesar no Instagram. Velório é hoje, a partir das 19h00.

02 de agosto de 2018 às 10:21Mundo do fado reage à morte de Celeste Rodrigues

Vários fadistas têm reagido à morte ontem de Celeste Rodrigues, cujo velório decorre hoje a partir das 19h00, no Pátio da Galé, na Praça do Comércio, em Lisboa.

Na nossa recolha de várias reações, conta-se o testemunho de Carminho, que cresceu desde pequena no meio do fado e conviveu de perto quer com Celeste Rodrigues, quer com a irmã Amália. "Desde os meus 12 anos que eu a via a cantar ao vivo e sempre me impressionou a intensidade com que sempre cantou os poemas. Ela era uma pessoa baixinha mas crescia de uma forma mágica quando começava a cantar. A escolha dos poemas e o bom gosto na forma como os interpretava foram uma grande escola para mim", realçando a sua disponibilidade para dar dicas aos mais novos. "Foi um privilégio conviver com ela desde pequena e ir acompanhando todos os momentos dela como o inverso: ela poder-me acompanhar, aconselhar e ajudar no meu caminho".

 

Gisela João também sublinha a generosidade em aconselhar os mais novos: "Ela tinha sempre alguma coisa a dizer aos mais jovens. Não lhes torcia o nariz. Era curiosa. Tinha sempre alguma partilha para ensinar".

 

A fadista Katia Guerreiro esteve de perto com Celeste Rodrigues nos seus últimos anos, no ambiente das casas de fados. "O que a Celeste mais queria fazer na vida era cantar. Toda a gente sabe que a Celeste fumava imenso. Chegava a estar a fumar enquanto comia. Não largava os cigarros que eram os seus maiores companheiros. E um dia o médico disse-lhe: ou canta ou fuma. E ela, com oitenta e tal anos, optou por deixar de fumar porque queria era mesmo continuar a cantar. E cantou até morrer".

 

Katia Guerreiro também destaca o seu caráter: "A Celeste era de um carisma extraordinário, não só como cantora, como enquanto pessoa. A Celeste tinha uma capacidade de apaixonar quem se aproximava dela porque tinha a capacidade de gostar de toda a gente, uma capacidade muito rara. Além de gostar de toda a gente, toda a gente gostava da Celeste. Não conheço ninguém que não gostasse da Celeste. Nunca ouvi a Celeste a falar mal de uma só pessoa".

 

Mas as reações comovidas à morte de Celeste Rodrigues não vêm só do fado. Também Madonna, que conviveu nos últimos meses com Celeste Rodrigues, fez um post em tributo à fadista nonagenária, através de um vídeo em que canta com a seguinte legenda: "tão afortunada por ter conhecido e ouvido e cantado com esta impressionante lenda do fado. Celeste Rodrigues. Que descanse com os anjos".

 

Ana Moura e Mariza também manifestaram o seu pesar. "Obrigada, querida Celeste. Obrigada", salienta a cantora ribatejana. "Hoje deixou este lado da vida uma das mais geniais artistas que a Terra conheceu. Até sempre querida Celeste”, escreve Mariza, com uma foto dela com Celeste Rodrigues.
 


 

 

Depoimentos de Carminho e Katia Guerreiro recolhidos por Gonçalo Palma. Declaração de Gisela João obtida por Daniela Azevedo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top