Sporting: treinador apresentado na próxima semana

Equipa médica conhecida sexta-feira, anunciam os leões em comunicado.

Sporting CP
12 de junho de 2018 às 17:15Sporting: treinador apresentado na próxima semana

 O Sporting anunciou hoje, em comunicado, que a equipa técnica da equipa de futebol masculina será apresentada "na próxima semana", com os treinadores de guarda-redes Nélson e Tiago Ferreira a continuarem no clube.

Numa nota de imprensa assinada por Fernando Correia, porta-voz do presidente do Conselho Diretivo e da Comissão Executiva da SAD, a nova equipa técnica, que vai suceder a Jorge Jesus e aos seus adjuntos, será apresentada na próxima semana.

No que diz respeito à equipa médica, Carlos Mota "mantém-se como enfermeiro da equipa principal", enquanto a equipa de nutricionistas da SAD e clube se vai manter, a par do chefe de cozinha da equipa principal.

O departamento médico e nutricionista das modalidades e do denominado gabinete olímpico vai continuar em funções, assim como o "gabinete de roupeiros da equipa principal e sub-23".

Serão "apresentados novos elementos na sexta-feira" para os departamentos médicos da formação principal masculina, além da nova equipa de sub-23, dos escalões de formação e do futebol feminino.

A crise no Sporting teve origem na perda do segundo lugar do campeonato, na última jornada, para o Benfica, e acentuou-se dias depois, em 15 de maio, quando cerca de 40 pessoas encapuzadas invadiram a Academia do Sporting, em Alcochete, e agrediram alguns futebolistas e elementos da equipa técnica, com a GNR a deter 23 dos atacantes, que ficaram em prisão preventiva.

Na sequência destes incidentes, os futebolistas Rui Patrício e Daniel Podence apresentaram a rescisão por justa causa, em 01 de junho, o treinador Jorge Jesus rescindiu por mútuo acordo para assinar pelos árabes do Al Hilal, e na segunda-feira, mais quatro jogadores rescindiram unilateralmente, além da saída do diretor clínico, Frederico Varandas.

Depois destes acontecimentos, a maioria dos membros da Mesa da Assembleia Geral (MAG) e do Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e parte da Direção apresentaram a sua demissão, defendendo que o presidente Bruno de Carvalho não tinha condições para permanecer no cargo.

Após duas reuniões dos órgãos sociais, o presidente demissionário da MAG, Jaime Marta Soares, marcou uma Assembleia Geral para votar a destituição do Conselho Diretivo (CD), para 23 de junho -- sobre a qual foi interposta uma providência cautelar para a sua realização pela MAG que foi indeferida liminarmente pelo Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa - e criou uma comissão de fiscalização para evitar o vazio provocado pela demissão da maioria dos elementos do CFD.

O CD do Sporting decidiu substituir a MAG e respetivo presidente através da criação de uma Comissão Transitória da MAG, que, por sua vez, convocou uma Assembleia Geral Ordinária para o dia 17 de junho, para aprovação do Orçamento da época 2018/19, análise da situação do clube e para esclarecimento aos sócios e convocar uma Assembleia Geral Eleitoral para a MAG e para o CFD para o dia 21 de julho.
 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top