Alunos passam cem dias sem garrafas de plástico

Alunos da secundária Alves Martins, em Viseu, aprendem na prática a importância da diminuição de plásticos aos oceanos.

28 de fevereiro de 2018 às 10:03Alunos passam cem dias sem garrafas de plástico

O principal papel de um educador é formar um cidadão também quanto à importância da preservação do meio ambiente na sociedade. Com isso em mente, cem alunos da escola secundária Alves Martins, em Viseu, aceitaram o desafio de viver cem dias sem garrafas plásticas. O objetivo é contribuir para a diminuição da quantidade destes materias nos oceanos.

Desde 19 de fevereiro, vários alunos do 10ª e do 12ª ano andam pelos corredores da secundária com um cantil azul, depois de terem assinado uma declaração de compromisso denominada "Cem dias sem plásticos".

A ação na escola foi desenvolvida pelas professoras Fátima Pinho, que leciona Biologia e Geologia, e as docentes Alda Nabais, de Química e Física e Graça Pinto de inglês e Alemão.

“Quando lhes falei pela primeira vez na possibilidade de usarem um cantil, estavam um bocadinho desconfiados. Agora, noto que andam todos vaidosos com o cantil. Chegam à sala de aulas e põem-no em cima da mesa”, contou à agência Lusa a professora Fatima Pinho.

Os cantis, que são abastecidos em distribuidores de água espalhados pela escola, fazem tanto sucesso que outros alunos também querem aderir à ideia. O projeto deverá ser alargado no próximo ano letivo.

Até lá, a secundária vai realizar iniciativas como palestas, ações de sensibilização, infografias e curtas-metragens, com o alerta de acumulação de plástico nos oceanos.

O projeto europeu EduCO2cean é confundado pelo programa ERASMUS+ e coordenado, a nível nacional, pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental, com o objetivo de sensibilizar para a proteção dos oceanos.

No final do programa, os alunos vão ter que fazer uma estimativa do que aprenderam e o quanto podem evitar que estes detritos desaguem nos oceanos.

Os resultados serão apresentados numa cerimónia a realizar no final de maio.

 

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top