Líder dos Green Day insulta fã por causa de Trump

Billie Joe Armstrong ordena que simpatizante do Presidente norte-americano deixe de ouvir a sua música.

04 de janeiro de 2018 às 11:53Líder dos Green Day insulta fã por causa de Trump

Início da história: o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publica um tweet em que ameaça o Líder Supremo norte-coreano Kim Jong-un de que tem "também um botão nuclear, mas que é muito maior e mais potente que o dele".

O tweet merece do vocalista dos Green Day, o norte-americano Billie Joe Armstrong, o post no Instagram em que contesta este comportamento de Donald Trump, incentivando um processo de deposição presidencial. "Isto não tem piada. Este é o nosso Presidente a agir como um louco embriagado com o poder de AMEAÇAR matar inocentes esfomeados através de uma guerra nuclear. A 25ª Emenda [à Constituição dos Estados Unidos, que regulamenta a sucessão interina do Presidente] precisa de ser reforçada. Este homem está doente e impreparado para o cargo. Não quero saber se vocês são liberais ou conservadores. Isto tem que acabar".  

 

 

Mas de repente, na caixa de comentários, um fã conservador discorda. "As pessoas têm o direito de apoiar Trump e qualquer coisa que digas não vai mudar em nada os seus apoiantes" - numa contenda reportada pelo site Alternative Nation.

A resposta de Billie Joe Armstrong não é branda e inclui insultos. "Então vai-te f****, seu pedaço de m**d*. Se é isso que sentes sobre destruição massiva e assassínio, vai-te lixar. Põe-te fora do meu Instagram e não voltes. Não oiças os meus discos. Não tenho problema em mandar para o inferno ignorantes como tu. Isto é válido para qualquer estúpido que pense que este comportamento deve ser normalizado. Pira-te daqui!".

A lista numerosa de músicos anti-Trump inclui também Bruce Springsteen, os rappers Eminem e Jay-Z ou Stevie Wonder, entre os mais assumidos.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top