Fitas inéditas desapareceram da casa de Prince

A família do falecido cantor ameaça com processo no Tribunal.

13 de outubro de 2017 às 07:55Fitas inéditas desapareceram da casa de Prince

As irmãs e herdeiras de Prince afirmam que vários items valiosos foram removidos de um cofre que está na casa/estúdio onde Prince morava, Paisley Park. O NME noticia que Sharon e Norrine Nelson viram quatro camiões no local e desconhecidos retiraram material do cofre.

As irmãs de Prince ameaçaram processar o Comerica Bank & Trust, a empresa que está a trabalhar como executora do espólio do músico, que morreu em abril do ano passado. Entre os objetos levados estão as fitas masters de músicas inéditas, cujo valor estimado é de cerca de 169 milhões de euros.

O Comerica argumentou que as gravações foram levadas para um depósito em Los Angeles por razões de segurança. "Num esforço para preservar o conteúdo de áudio e vídeo deixado por Prince, o Comerica escolheu a melhor empresa de armazenamento do mundo do entretenimento, a Iron Mountain Entertainment Services", lê-se um comunicado divulgado pela empresa à imprensa internacional e citado pelo NME. "Em quatro ocasiões diferentes, o Comerica discutiu o processo com as herdeiras e qualquer sugestão de que as coisas foram feitas de outra maneira é incorreta".

"Queremos a música de volta a Paisley Park, que é onde ela deve permanecer, em casa", disse Sharon à agência Associated Press. "É como se Prince tivesse morrido de novo. Foi assim que me senti".

A empresa é obrigada a dar um aviso prévio de 14 dias úteis antes de fazer qualquer transação cujo valor seja maior que mais de um milhão de euros e as irmãs argumentam que isso deveria valer também para a ação de retirar pertences do cofre.

  • Partilhar

Relacionadas

31 de agosto de 2017
Afinal, o púrpura não era a cor preferida de Prince
17 de agosto de 2017
Pantone vai batizar tom de roxo em homenagem a Prince
10 de julho de 2017
Vídeos de Prince legalmente no YouTube

Caso tenha algum comentário a fazer:

Mais Notícias

Número de mortos por causa dos incêndios sobe para 44
Proteção Civil volta a ter Secretaria de Estado
Um morto e dois feridos após arrastamento por onda em Aljezur
Portugal e Espanha vão acionar de forma coordenada fundo de solidariedade
Parlamento aprova Ordem dos Fisioterapeutas
Cerca de 3,6 milhões de pensões aumentadas em janeiro
Incêndios: Cáritas Portuguesas abre conta solidária
Jessie Ware nos lançamentos de hoje
ANACOM recomenda cabos subterrâneos na reconstrução depois dos incêndios
PUB
Back to Top