Jesus diz que devia ser proibido jogar em sintéticos

O treinador do Sporting fez a antevisão ao jogo em Oleiros. Jorge Jesus diz que "no dia a seguir a jogar num sintético, os jogadores sentem-se como se tivessem levado com um pau".

LUSA
11 de outubro de 2017 às 18:29Jesus diz que devia ser proibido jogar em sintéticos

O treinador do Sporting defende que "devia ser proibido jogar em sintéticos", mas diz que os 'leões' vão "com todo o gosto" a Oleiros defrontar o conjunto local , na terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

"A Taça de Portugal é uma das competições mais bonitas, com muita paixão, embora o campeonato nacional seja o mais importante. Temos todo o gosto em ir jogar a Oleiros, perante aquela gente que mostrou tanta vontade de fazer o jogo ali", começou por dizer Jorge Jesus, em conferência de imprensa.

Contudo, o técnico, que fazia a antevisão do encontro de quinta-feira, que será disputado no relvado sintético do Estádio Municipal de Oleiros, foi perentório na análise a este tipo de terrenos.

"Nunca nos opusemos em fazer o jogo ali, em jogar em Oleiros. Opusemo-nos, sim, ao sintético, porque não é compatível para uma equipa profissional. Devia ser proibido haver campos sintéticos", afirmou.

De resto, Jesus recorreu ao exemplo da seleção nacional, que, na semana passada, jogou num relvado sintético em Andorra, numa partida na qual o selecionador Fernando Santos poupou Cristiano Ronaldo na primeira parte.

"Não falei com o Fernando [Santos], mas a opção de o Ronaldo não jogar na primeira parte com Andorra não teve nada a ver com o amarelo, mas sim com o sintético. No dia a seguir a jogar num sintético, os jogadores sentem-se como se tivessem levado com um pau", referiu.

Apesar da oposição teoricamente mais fraca do Oleiros, que disputa o Campeonato de Portugal, Jorge Jesus recusou que possa haver algum desleixo por parte dos 'leões', até porque o Sporting tem "responsabilidades de lutar por todas as provas nacionais".

Sporting e Oleiros jogam na quinta-feira, a partir das 20h15, no Estádio Municipal de Oleiros, numa partida que será dirigida pelo árbitro Gonçalo Martins, da Associação de Futebol de Vila Real.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Mais Notícias

Número de mortos por causa dos incêndios sobe para 44
Proteção Civil volta a ter Secretaria de Estado
Um morto e dois feridos após arrastamento por onda em Aljezur
Portugal e Espanha vão acionar de forma coordenada fundo de solidariedade
Parlamento aprova Ordem dos Fisioterapeutas
Cerca de 3,6 milhões de pensões aumentadas em janeiro
Incêndios: Cáritas Portuguesas abre conta solidária
Jessie Ware nos lançamentos de hoje
ANACOM recomenda cabos subterrâneos na reconstrução depois dos incêndios
PUB
Back to Top