Sindicato dos Enfermeiros ameaça com greve mais dura

Sindicato avança com adesão de 86% no segundo dia de greve. O protesto decorre até sexta-feira.

LUSA
12 de setembro de 2017 às 08:21Sindicato dos Enfermeiros ameaça com greve mais dura

O Sindicato dos Enfermeiros (SE) promete uma greve mais dura, caso não existam respostas às reivindicações.

Os profissionais pedem a atualização gradual dos salários e a integração da categoria de especialista na carreira.

"Ou resolvem os nossos problemas ou nós tomamos medidas mais restritivas em termos de serviços mínimos", deixa claro o presidente do SE, José Azevedo.

O dirigente sindical refere ainda que está aumentar a adesão à greve, que arrancou na segunda-feira e prolonga-se até sexta-feira.

No segundo dia do protesto, José Azevedo aponta uma adesão de 86%, com as consultas e cirurgias a serem os serviços mais afetados.

O Sindicato dos Enfermeiros considera ainda "uma farsa" o envolvimento do primeiro-ministro na questão dos enfermeiros, porque não vai contribuir para ajudar os enfermeiros que estão em greve.

O primeiro-ministro esteve esta segunda-feira ao início da noite, em São Bento, reunido com o ministro da Saúde a preparar uma reunião que Adalberto Campos Fernandes terá esta terça-feira com o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Mais Notícias

Alemanha/Eleições: Merkel vence e extrema-direita é a terceira força política
Tancos/armas: Presidente ficou preocupado com relatório, mas já não está
Morreu o bispo emérito de Setúbal
Vitória de Guimarães derrota Marítimo e nega-lhe terceiro lugar na I Liga
Mundiais ciclismo: Peter Sagan campeão pela terceira vez consecutiva
PCP quer repor indemnizações no despedimento sem justa causa
Enfermeiros especialistas garantem resposta a processos disciplinares
Miguel Oliveira no pódio do GP de Aragão
Terra volta a tremer no México
PUB
Back to Top