Michel Temer: "Não renunciarei!"

O presidente brasileiro reiterou, na quinta-feira à noite, em declaração à imprensa, que não abdica do cargo. Temer nega todas as acusações de que é alvo.

19 de maio de 2017 às 09:11Michel Temer: "Não renunciarei!"

Quando todos os meios de comunicação brasileiros davam como iminente a demissão de Michel Temer, o presidente brasileiro declarou que não vai renunciar. Depois de uma quinta-feira turbulenta para o governo brasileiro, Temer convocou uma conferência de imprensa urgente ao fim do dia em que foi claro: “Não renunciarei!”.


A declaração à imprensa surge na sequência do escândalo de corrupção que implica o Presidente. Michel Temer tentou deixar para trás todo o alarido que abalou o Brasil, despoletado pela revelação de que o empresário Joesley Batista teria gravado a conversa com Temer no dia 7 de março. Na conversa é dito que o presidente brasileiro teria fechado os olhos a subornos mensais.


Segundo o conteúdo da conversa, Michel Temer teria incentivado Joesley Batista a pagar mensalmente subornos ao ex-deputado, Eduardo Cunha, em troca do seu silêncio enquanto cumpre pena de prisão.

 

O discurso de “não-demissão” de Temer já levou a mais uma saída do Governo. Desta feita foi o Ministro da Cultura do Brasil, Roberto Freire, a resignar na sequência das suspeitas que recaem sobre Temer. 


O agora ex-ministro entregou pessoalmente a Michel Temer a sua carta de demissão às 18h05 (hora no Brasil) de quinta-feira, no Palácio do Planalto. Segundo a Globo, Roberto Freire já tinha afirmado que abandonaria o cargo caso Temer não renunciasse.

 

Horas antes, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, bateu com a porta devido às acusações levantadas contra o presidente brasileiro.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

PUB
Back to Top