Daesh reivindica ataque em Paris

Um homem disparou sobre um agente da polícia e feriu três pessoas.

21 de abril de 2017 às 06:45Daesh reivindica ataque em Paris

O Daesh reivindica a autoria do ataque sobre um agente policial, durante a noite de quinta-feira, nos Campos Elísios, em Paris. 

Um homem disparou sobre uma carrinha da polícia que estava parada no local cerca das 21h (20h em Portugal continental). Matou um agente e feriu mais três pessoas. A Polícia procura um segundo suspeito.

"O autor do ataque nos Campos Elísios, no centro de Paris, é Abu Yussef, "o Belga", e é um dos combatentes do Estado Islâmico (EI)", relata a Amaq, órgão de informação oficial do autoproclamado Estado Islâmico, pouco tempo após o atentado.

Um ataque que ocorre a três dias da primeira volta das eleições presidenciais francesas e precisamente na hora em que os 11 participavam num programa na televisão pública, France 2.

Nas reacções imediatas, o candidato François Fillon considerou que "a luta contra o terrorismo deve ser a prioridade absoluta do próximo Presidente da República". O independente liberal Emmanuel Macron alertou que estas ameaças "farão parte do quotidiano nos próximos anos", mas defendeu que não há que "ceder ao medo". Já Marine Le Pen rejeitou a ideia de que as pessoas devem habituar-se ao "terrorismo islamista" e que "não está a ser feito tudo para proteger" os franceses.

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Mais Notícias

Final Taça de Portugal: Já há três detidos na mata do Jamor
Governo português vai à Venezuela apoiar comunidades
Já se almoça no Jamor
Sebastian Vettel vence Grande Prémio do Mónaco
Mais de mil toneladas de alimentos recolhidos por Banco Alimentar
Dia dos bombeiros marcado por protestos
British Airways quer retomar hoje a normalidade em Londres
António Costa diz que país ainda precisa de "muitas boas notícias"
Arsenal vence Taça de Inglaterra
PUB
Back to Top