Carregar o telemóvel com panela ao lume? É possível

20 de março de 2017 às 18:13Carregar o telemóvel com panela ao lume? É possível

O que tem em comum uma panela ao lume e um carregador de telemóvel? Ou jóias e um gerador? À primeira vista... nada! Mas uma descoberta nos Estados Unidos da América pode mudar essa visão.

Um novo material descoberto por engenheiros da universidade norte-americana do Utah permite usar joias para gerar electricidade a partir do calor corporal ou carregar um telemóvel utilizando o calor gerado por uma panela ao lume.

Combinando cálcio, cobalto e térbio, a equipa liderada pelo professor de engenharia Ashutosh Tiwari descobriu uma maneira eficiente, barata e amiga do ambiente de gerar electricidade através de um processo termoelétrico que usa ar quente e ar frio.

O efeito termoelétrico acontece quando a diferença de temperaturas num material gera corrente eléctrica. Basta haver um grau de diferença para as partículas com carga eléctrica viajarem do lado quente para o lado frio.

"Não há químicos tóxicos no processo", afirmou o primeiro autor do estudo publicado hoje na revista Scientific Reports, Shrikant Saini.

Esta tecnologia pode ser aplicada a joias que usam o calor do corpo para alimentar sensores como monitores de glucose ou cardíacos, a panelas capazes de carregar dispositivos móveis, ou a carros, utilizando o calor do motor.

Os autores da descoberta afirmam ainda que poderia ser usada para tornar as centrais eléctricas mais eficazes, reaproveitando o calor que produzem em conjunto com o ar frio do ambiente.

Tiwari destacou ainda que seria especialmente útil em países onde a electricidade escasseia e a única fonte de energia é o calor.

A Universidade já pediu a patente do material e vai começar a usá-la em carros e biossensores.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Mais Notícias

Parlamento da Escócia aprova referendo à independência
Messi suspenso por quatro jogos
Madeira: Aeroporto muda de nome para Cristiano Ronaldo
Sub -19: Bis de Rui Pedro garante fase final do Europeu da selecção
Manuel Fúria: "a música não deve ser patriota"
Plano de Contigência da saúde para Fátima já está em curso
PPE pede demissão do presidente do Eurogrupo
Menos de um minuto para vender 350 carros
Esgotados bilhetes do FC Porto para o clássico
Back to Top