The Gift aplaudidos no primeiro domingo de Fatacil

O grupo de Alcobaça esteve pela primeira vez no Algarve desde que Portugal se tornou campeão europeu de futebol.

22 de agosto de 2016 às 11:00The Gift aplaudidos no primeiro domingo de Fatacil
Foi ainda com o mote da celebração dos 20 anos de carreira que os Gift actuaram ontem na Fatacil em Lagoa, no Algarve, num concerto de quase duas horas e que passou em revista os grandes êxitos do grupo de Alcobaça, mas também outros temas, menos populares, mas sempre bem recebidos pelos fãs mais fiéis.

A capa do álbum mais recente, também ele lançado para assinalar a efeméride, "20", encheu o fundo de palco com a rosa branca a manter-se presente durante toda a actuação. Sónia Tavares, vestida de preto mas com uma gola cor-de-rosa a dar nas vistas, conseguiu a atenção e os desejados coros por parte dos fãs sempre que foram solicitados. Tudo começou com 'As Lágrimas Que Choro (Senschut)', tema inicialmente gravado para o álbum "Primavera" mas que foi agora recuperado para o "20", para logo a seguir os Gift entrarem no seu registo um pouco mais alternativo que caracterizou o álbum "Film", de 2001, tocando 'Butterfly'. «Não podemos descuidar aqueles fãs de carteirinha que gostam sempre de ouvir os lados B», disse Sónia Tavares, antes do concerto, à Rádio Comercial.

A parte FM do álbum "AM/FM" foi a que recebeu atenção logo a seguir com 'Driving You Slow' e 'Music' que, na recta final, foi habilmente misturada pela vocalista Sónia Tavares com a popular 'Chandelier', de Sia.

'RGB' serviu para lembrar um dos singles a sair de "Explode" que, depois da colorida viagem da banda à Índia, foi disponibilizado no site dos Gift e cada um pagava o que queria para o ter. Esta foi também uma das canções que chegou a ser usada num anúncio publicitário e que se espalhou bem internacionalmente. «Esta é a primeira vez que estamos no Algarve desde que nos tornámos campeões europeus de futebol, por isso, vamos lá dar tudo!», incitou o teclista Nuno Gonçalves. E de "Explode" ainda ouvimos 'Made For You'. Não faltou o 'Fácil de Entender', com um arranque a capella no qual foi a voz do público que mais ecoou no recinto da Fatacil. Curiosamente daqui para a frente ficamos com a sensação que, agora sim, o público está conquistado e retribui com energia o 'Fácil de Entender' e o tão desejado regresso atrás no tempo com 'OK! Do You Want Something Simple?', de 1998. Braços no ar sincronizados com os dos Gift é o que encontramos em 'Question' e também no mais recente 'Clássico', muito emocionante, ou não tivesse sido gravado e produzido em Alcobaça em Setembro do ano passado, precisamente para assinalar os 20 anos de carreira dos Gift.

'Gaivota', já no encore, trouxe a surpresa pela qual ninguém já esperava. Sónia Tavares e Nuno Gonçalves passam para um pequeno palco improvisado no meio do público e interpretam a arrepiante 'Gaivota', do álbum "Amália Hoje", do projecto Hoje, que o músico fez no assinalar dos dez anos passados sobre a morte da diva do fado Amália Rodrigues. Não será exagero dizer que o momento foi tão apoteótico que parecia estarmos a ouvir a verdadeira London Session Orchestra, que participou na gravação original.

A Fatacil decorre em Lagoa, no Algarve, até domingo, dia 28, e a Rádio Comercial está cá todos os dias. Nesta segunda-feira, às 22h30, é a vez do concerto de Agir.

Foto: João Matos
 
  • Partilhar

Relacionadas

  • A expressão "dar espectáculo" tem uma nova definição: The Gift
    20 de dezembro de 2015
    A expressão "dar espectáculo" tem uma nova definição: The Gift
  • The Gift comemoram 20 anos com caixa
    09 de novembro de 2015
    The Gift comemoram 20 anos com caixa
  • The Gift celebram 20 anos com concertos
    31 de agosto de 2015
    The Gift celebram 20 anos com concertos

Caso tenha algum comentário a fazer:

PUB
Back to Top