Ai Destino, Ai Destino: Paris com Salvador Sobral e Júlio Resende

Todas as semanas, a Rádio Comercial dá-lhe o roteiro perfeito para a sua viagem.

Descarregue o podcast e apanhe boleia com a Comercial. 

Sempre à segunda-feira, um novo episódio com histórias de viagens vividas pela equipa da Rádio Comercial e também por personalidades da música e cultura. 

Com ANA MARTINS, locutora - e guia turística noutra vida.

Sonoplastia de MÁRIO RUI, o mago do som! 

Ai Destino, Ai Destino: Paris com Salvador Sobral e Júlio Resende

0:00
0:00

PARIS COM SALVADOR SOBRAL E JÚLIO RESENDE 

Salvador Sobral e Júlio Resende são dois intelectuais encantadores e só podiam ter escolhido Paris para este podcast. Juntos, formam o projecto Alexander Search.

O destino fez com que viajassem juntos – e tocassem juntos, num festival de jazz parisiense – e as histórias a dois envolvem alguma cultura e muita gargalhada. Ambos já tinham visitado a cidade luz – o Salvador em pequeno, e o Júlio quando fez Erasmus.

Nota: o Salvador gosta dos parisienses porque gosta de ser maltratado.

 

 

Um bom sítio para ver concertos...

A Caveau des Oubliettes, um bar de jazz incrível.

 

Experiências a não perder...

Júlio: Andar de bicicleta; a livraria Shakespeare (o primeiro piso é muito bonito e fica de frente para Notre Dame); a Cité Université, um quarteirão universitário com uma arquitectura muito bonita, onde cada país tem uma casa diferente com arquitectura própria;

Salvador: Comer bem... e Montmarte (onde o Salvador ainda não conseguiu ir porque já não estava bem de saúde na altura).

 

O que comer....

Salvador: Eu não tenho nenhum vício, tabaco, nada, mas o único vício é comer bem e comer fora. Eu em Paris comi tudo bem: tailandês, chinês, até comida portuguesa. Acho que o melhor tailandês que comi foi em Paris.

Júlio: E também os crepes que se vendem na rua. E as castanhas, marron glacé, para quando tiverem frio.

 

Uma música para quando o avião aterrar...

Salvador: “Parlez-Moi D'Amour” (Ouça o podcast, o Salvador canta um bocadinho e deixa-o boquiaberto!)

Júlio: Todo o álbum “Live at Sin-é”, de Jeff Buckley.

 

Um livro para o caminho...

Salvador: Acabei agora de ler Balzac, “Illusions perdues”, e vou procurar os locais de que eles falam no livro quando voltar a Paris na próxima semana. Também vou à Ópera por causa do personagem do livro.

Júlio: Rimbaud e Mário de Sá-Carneiro, que também viveu por lá. Poesia, sim. As margens do Sena são ideais para ler poesia.

 

 

PRÓXIMOS CONCERTOS DE ALEXANDER SEARCH

18 de Maio – Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra

3 de Junho – Casa da Cultura de Ílhavo

16 de Junho - Cine–Teatro Avenida em Castelo Branco

14 de Julho – Casa da Música no Porto

Veja Também em Podcasts

Recomendamos

Back to Top