National Geographic inaugura exposição em Portugal!

ATÉ 31 DEZEMBRO | PORTO

Uma das mais emblemáticas exposições da National Geographic, "Sharks, uma missão de Brian Skerry", está aberta ao público na Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, de 24 de maio até 31 de dezembro de 2019

Com assinatura de Brian Skerry, fotógrafo da National Geographic, tem como objetivo alertar o público para o perigo da extinção dos tubarões, despertar consciências e ultrapassar mitos sobre estes predadores.

Todos os anos, cerca de 100 milhões de tubarões são capturados de forma acidental ou para comercialização das suas barbatanas, fazendo com que muitas espécies estejam à beira da extinção e alterando de forma dramática a biodiversidade marinha, já que estes predadores são essenciais para manter o equilíbrio destes ecossistemas.

"Sharks, uma missão de Brian Skerry" é uma extraordinária viagem ao mundo dos tubarões através de 50 fotografias, que chegou pela primeira vez à Europa em 2018, com Portugal como país eleito para a estreia, e esteve patente até ao dia 6 de janeiro no Oceanário de Lisboa. A exposição ruma agora a norte, até à Galeria da Biodiversidade, no Jardim Botânico do Porto, onde estará patente de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

No Porto, e pela primeira vez em Portugal, será possível entrar numa "Shark Cage" semelhante à utilizada por Brian Skerry nas suas expedições. Nesta instalação imersiva, os visitantes poderão viver a experiência de estar no fundo do mar, em plena observação científica, e, vestindo a pele do fotógrafo, nadar com os tubarões.  

Com uma paixão especial por estes animais, Brian Skerry conta com mais de 10 mil horas de mergulho, tendo realizado 14 viagens à volta do mundo para fotografar as mais variadas espécies, entre as quais o tubarão-tigre, o tubarão-branco e o tubarão-azul. Tudo começou há 30 anos, após o seu primeiro encontro com um tubarão-azul, na costa de Rhode Island nos EUA. Skerry, que ficou encantado com a pele azul do animal, descreve da seguinte forma o momento: "Todos os meus sentidos ficaram em alerta. O meu coração acelerou à medida que me aproximei até cerca de um metro de distância. O tubarão mal reparou na minha presença e desapareceu."

Os bilhetes para a exposição podem ser adquiridos na Galeria da Biodiversidade ou online através da BOL, em www.bol.pt. A exposição tem o apoio da Audi e-tron e Conselheiros da Visão.

Bilhetes:
Sharks (Adulto): 5,00€
Sharks (Bilhete Família): 14,00€
Sharks (5-17 anos, Cartão Jovem, + 65 anos): 2,50€
Sharks (Até 4 anos): gratuito

Pode acompanhar toda a informação sobre a exposição “Sharks” e a importância do ecossistema associado aos tubarões em https://www.natgeo.pt/sharks.

Recomendamos

Back to Top