"Quero agarrar-te na mão e ver até onde é que isto vai dar", disse Nuno Lobo Antunes a Felipa Garnel

Quando era adolescente, Nuno Lobo Antunes ouviu uma tia dizer que depois dos 40 já ninguém se apaixonava. "Aquilo marcou-me, porque ela parecia saber do que estava a falar. E a verdade é que não sabia. Porque eu fiquei apaixonado de caixão à cova". Felipa Garnel confirma. Os dois conheceram-se no consultório do neurologista pediátrico e nunca mais se esqueceram um do outro. Muitos anos depois reencontraram-se e apaixonaram-se. "Fomos jantar e, na sobremesa, a Felipa perguntou o que é que queria e eu disse 'Quero agarrar-te na mão e ver até onde é que isto vai dar'". Mas ele estava a viver em Nova Iorque e ela em Lisboa... Um período difícil nesta história contada no podcast Ouvir Falar de Amor, com Vanessa Cruz.

Veja Também em

Recomendamos

Back to Top