"Gosto muito mais de rádio do que de televisăo", Carlos Cruz

Carlos Cruz passou a maior parte da sua carreira profissional na televisăo mas confessa que gosta ?muito mais de rádio?.

PUB (0:)

Carlos Cruz passou a maior parte da sua carreira profissional na televisão mas confessa que gosta "muito mais de rádio". "(Para um profissional de comunicação) a rádio é o melhor desafio de comunicação é a rádio porque não há imagem para ajudar", admite o apresentador.

Na Rádio Comercial, Carlos Cruz apresentou um dos programas de rádio de maior sucesso dos anos 80 e que ainda hoje é inspiração para humoristas: "Pão com Manteiga". Para além de Carlos Cruz, este programa de rádio contou como nomes na equipa como José Duarte, Mário Zambujal, Bernardo Brito e Cunha, Eduarda Ferreira, Joaquim Furtado, José Fanha, Artur Couto e Santos, Orlando Neves, Clara Pinto Correia, Luis Macieira e João Miguel Silva. Uma equipa de luxo para fazer humor numa altura em que, tirando os "Parodiantes de Lisboa", o humor não existia na rádio em Portugal.

O programa, que era transmitido aos domingos de manhã, tratava a realidade com humor non sense.

"Havia de facto a preocupação de assumir um certo non sense, fora da realidade, em que houvesse uma lógica ‘anti-lógica'", descreve Carlos Cruz.

Do "Pão com Manteiga" saíram expressões como "só falo na presença do meu advogado", "oh tio,oh tio!" e "e esta, hein?", que se tornou depois célebre na voz de Fernando Peça.

Nesta entrevista, a propósito dos 40 anos da Rádio Comercial, Carlos Cruz fala também de outros programas que fez, de histórias de bastidores e a opinião que tem acerca da Rádio Comercial dos dias de hoje.

  • Partilhar